Presentemente, em termos de abastecimento de água, o Município de Cantanhede não está integrado em nenhum sistema multimunicipal, sendo a empresa INOVA-EEM a entidade gestora encarregue da captação, tratamento, regularização e distribuição de água no Concelho.

Apesar de alguma dispersão dos aglomerados populacionais, a população residente é servida pelo sistema baseado nas captações de Olhos de Fervença, Freguesia de Cadima, na zona central do COncelho.

O sistema é autoónomo em termos de captação de água, procedendo inclusive à exportação para os Concelhos vizinhos de Mira, Montemor-o-Velho e Coimbra.

Apresenta-se assim a síntese das infra-estruturas existentes afectas ao Sistema de Abastecimento de Água do Municipio:

  • Captações: 3 instalações com a capacidade de 19 008 m3/dia;
  • Instalação e tratamento: 5 instalações com a capacidade de 10 968 m3/dia;
  • Estações elevatórias: 12 instalações;
  • Adutoras: 139,2 km, com diâmetros entre 63 e 500 mm;
  • Reservatórios: 21 instalações com capacidade de 14 000 m3;
  • Redes de distribuição: 461,4 km com diâmetros entre 63 e 315 mm.

 

Relativamente à distribuição de água para consumo humano em "baixa", divide-se o Sistema em zonas designadas po Sectores e Subsectores.

Da Central dos Olhos da Fervença são abastecidos os sectores de Cantanhede, Tocha, Febres e Mira. O Sector de Cantanhede, subdivide-se nos Subsectores de Cantanhde, Ançã, Cadima e Nordeste. De referir que existem ainda neste Sector dois pontos de entrega aos Municípios de Montemor-o-Velho e de Coimbra.

Neste Sectores e Subsectores estão criadas redes de distribuição apoiadas em equipamentos de armazenamento, pressurização e outros.

 

O Sistema em "alta" subdivide-se na captação, no tratamento, na adução e na reserva de água conforme e se apresenta de seguida.

Captação

A captação de água para o SAA, designada por Captação dos Olhos da Fervença, tem origens subterrâneas e está localizada nos Olhos da Fervença, na Freguesia de Cadima.

Estudos hidrogeológicos realizados em 1960 indicavam grande potencial para a captação de água naquela zona. Foram então construídos 8 poços com profundidades entre 3,75m e 7,35m (1.00m de diâmetro), tendo ficado dois em serviço, os quais apresentam uma capacidade de 25l/s e 50l/s (segundo ensaios de caudal de Março de 1994). O abastecimento a partir desta captação teve início em 1970.

A captação presentemente em funcionamento, com três poços em actividade, produz um caudal de 140l/s, tendo apresentado um caudal máximo no mês de maior consumo de 180l/s.

Os 4 grupos submersíveis de bombagem disponíveis permitem uma capacidade de total de bombagem de 220l/s e apresentam funcionamento automático.

Para regularização dos volumes de água está disponível um reservatório com duas células com 300m3 de capacidade cada, onde se efectua um tratamento de desinfecção por cloro gás. A partir deste reservatório, irradia o sistema de adução aos reservatórios de Lemede, Fontinha, Tocha e Mira.

A zona de captação é caracterizada por uma formação de areias finas com siltes e argila, assentes numa banca calcária (calcários liásicos).

Tratamento

O tratamento da água captada é aplicado em 5 pontos distintos, ocorrendo desinfecção na captação da Fervença e recloragem em 4 pontos da rede. São as seguintes as instalações de tratamento existentes, apresentando todas bom estado de conservação:

IT-001 da Central da Fervença:
Tipo de tratamento: Desinfecção (adição de cloro)
Início de exploração: 2004
Caudal de dimensionamento: 500 m3/hora
População total abastecida: 39119 hab.

IT-002 Fontinha:
Tipo de tratamento:
Recloragem (hipoclorito de sódio)
Início de exploração: 2004
Caudal de dimensionamento: 100 m3/hora
População total abastecida: 9748 hab.

IT-003 Tocha:
Tipo de tratamento: Recloragem (hipoclorito de sódio)
Início de exploração: 2004
Caudal de dimensionamento: 80 m3/hora
População total abastecida: 6338 hab.

IT-004 Central de Cantanhede:
Recloragem (hipoclorito de sódio)159722004150
Tipo de tratamento: Recloragem (hipoclorito de sódio)
Início de exploração: 2004 Caudal de dimensionamento: 150 m3/hora
População total abastecida: 15972 hab.

IT-005 Alto de Murtede:
Recloragem (hipoclorito de sódio) 2004 3796 100
Tipo de tratamento: Recloragem (hipoclorito de sódio)
Início de exploração: 2004
Caudal de dimensionamento: 100 m3/hora
População total abastecida: 3796 hab.

Adução e reserva

O sistema de adução e reserva é caracterizado por cerca de 120km de condutas adutoras com dimensões compreendidas entre 63 e 500mm de diâmetro.

É composta ainda pelos reservatórios de Fervença, Fontinha, Central de Cantanhede e Tocha, que totalizam a capacidade de 3.900m3, e ainda por 12 estações elevatórias a saber:
Portunhos-Vale D’água, Central Cantanhede-Póvoa da Lomba, Central Cantanhede-Cordinhã, Hidropressor Ameixoeira, Murtede-Enxofães, Murtede, Sete Fontes-Alto do Montinho, Fervença-Tocha, Fervença-Fontinha, Fervença-Lemede, Fervença-Mira, Lemede–S. Gião.